Estacionamentos têm um alto custo para todos, não só pra quem dirige

Cidades mais democráticas têm espaços públicos bem aproveitados e acessíveis. Parece paradoxal, mas quanto menos estacionamentos, menos congestionamentos. Nesta segunda edição, o Concurso As Cidades Somos Nós estimula estudantes e profissionais juniores a repensarem os usos de áreas atualmente dedicadas a estacionamento no Centro de Belo Horizonte.

A equipe vencedora irá indicar dois participantes para irem ao Mobilize 2018, em Dar Es Salaam, na Tanzânia, conhecer projetos bem sucedidos de mobilidade urbana e participar de uma conferência com alguns dos maiores especialistas do mundo!


Quem pode participar?

Estudantes

Estudantes do Ensino Superior que estejam cursando os 2 (dois) últimos anos de graduação.

Jovens Profissionais

Profissionais com até 3 (três) anos de formatura. 

Equidade de Gênero

Visando a promoção da equidade de gênero, as equipes deverão ser compostas por pelo menos 50% de mulheres.


Prazos

datas.png

E aí? Tem propostas? Faça já sua inscrição!


Toda viagem de automóvel começa e termina em uma vaga de estacionamento. Sendo assim, a disponibilidade de vagas é um dos fatores que determina a decisão sobre qual modo de transporte utilizar. Em outras palavras, a sobreoferta de vagas de baixo de custo induz o uso do automóvel e suas consequências, como congestionamentos, aumento de emissões poluentes e de colisões”

Políticas de estacionamento em edificações na cidade do Rio de Janeiro: análise dos efeitos da legislação no desenvolvimento urbano. ITDP Brasil, 2017.